You are currently browsing the tag archive for the ‘espiritismo’ tag.

CANÇÃO PARA JESUS

Pelo Espírito Meimei. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Os Dois Maiores Amores. Lição nº 01. Página 14.

Desejava, Jesus,

Ter um grande armazém

De bondade constante,

Maior do que os maiores que conheço

Para entregar sem preço

Às criaturas de qualquer idade

As encomendas de felicidade,

Sem perguntar a quem.

Eu desejava ter um braço mágico

Que afagasse os doentes

Sem qualquer distinção

E um lar onde coubessem

Todas as criancinhas

Para que não sentissem solidão.

Desejava, Senhor,

Todo um parque de amor

Com flores que cantassem,

Embalando os pequeninos

Que se encontram no leito

Sem poderem sair,

E uma loja de esperança

Para todas as mães.

Eu queria ter comigo

Uma estrela em cuja luz

Nunca pudesse ver

Os defeitos do próximo

E dispor de uma fonte cristalina

De água suave e doce

Que pudesse apagar

Toda palavra que não fosse

Vida e felicidade.

Eu queria plantar

Um jardim de união

Junto de cada moradia

Para que as criaturas se inspirassem

No perfume da paz e da alegria.

Eu queria, Jesus,

Ter os teus olhos

Retratados nos meus

A fim de achar nos outros,

Nos outros que me cercam,

Filhos de Deus

E meus irmãos que devo compreender e respeitar.

Desejava, Senhor, que a Bênção do Natal

Estivesse entre nós, dia por dia,

E queria ter sido

Uma gota de orvalho

Na noite em que nasceste

A refletir,

Na pequenez de minha condição,

A luz que vinha da canção

Entoada nos Céus:

– “Glória a Deus nas Alturas, Paz na Terra, Boa Vontade em tudo, Agora e para sempre!…”

Anúncios

NOSSO BOLETIM DE DEZ/2017

https://www.4shared.com/office/A_ifg3pnei/153_-dez-2017.html#

Já disponível nosso boletim de novembro/2017

baixe gratuitamente, clique aqui

Amigos

Nosso Boletim do mês de setembro/2017 (reformulado)

https://www.4shared.com/office/mZP09LSkei/BOLETIM_-_150_-_set-2017.html

Ajudem na divulgação.

Grato.

 

Nosso Boletim do mês de agosto/2017 (clique aqui para baixar) 

Esclarecemos que este foi o último deixado, já elaborado, pela companheira MARIA MADALENA NAUFAL, que desencarnou em 30/11/2015.

A partir do próximo mês, iniciaremos uma nova fase de nosso boletim.

O ESPIRITISMO E A IMPRENSA

O articulista Eliseu F. da Mota Júnior escreveu um artigo (RIE – agosto de 1997) dando a sua opinião e a de Kardec sobre  o assunto.Eis o resumo:

Para fazer circular as mais variadas informações pela face da Terra, o homem conta com duas fontes principais: as fontes de informações perenes e as fontes de informações perecíveis.

As fontes de informações perenes são assim denominadas exatamente porque não perecem com facilidade. Podemos lembrar entre elas os livros, os dicionários, os filmes, as enciclopédias e as outras produções dessa natureza, que são guardadas ou colecionadas pelos interessados e compõem as bibliotecas, as filmotecas, os museus e demais repositórios de informações, públicos e particulares.

As fontes perecíveis de informações devem o seu nome à rapidez com que perecem, porque, circulando aos milhares de exemplares, não seria possível guardá-las todas. Aqui entram os jornais, as revistas e outras fontes informativas integrantes da imprensa, considerada no seu mais amplo sentido.

A imprensa pode ser classificada em geral e específica. A geral busca atingir o grande público, independentemente de qualquer condição pessoal do leitor, enquanto que a específica é destinada aos profissionais de determinada área do conhecimento humano.

A imprensa espírita circula somente entre os seus adeptos e a grande imprensa não se preocupa muito com matéria espírita. Outras denominações religiosas têm publicado bastante, sem mencionar as publicações não boas.

Desse modo, acreditando que já chegou o momento de a imprensa espírita sair do seu circuito fechado e levar a nossa doutrina ao conhecimento do grande público, o autor investigou a opinião de Kardec sobre essa questão.

Segundo o codificador (1858)  a maneira pela qual se propagou o espiritismo até agora também merece atenção séria. Se a imprensa tivesse feito soar sua voz em seu favor, se o tivesse enaltecido, em uma palavra, se o mundo lhe tivesse dado ouvidos, poder-se-ia dizer que se propagou como todas as coisas  que encontram consumo em razão de uma reputação  factícia e que se deseja experimentar, quando mais não seja, por curiosidade. A imprensa , em geral, não lhe deu qualquer apôio voluntário, mas, nem todo pessoal da imprensa deve ser acusado de má vontade. Individualmente, nela conta o Espiritismo partidários sinceros.

Kardec afirma que em breve o Espiritismo será como o Magnetismo, do qual outrora se falava em voz baixa e que hoje ninguém mais teme confessar. Nenhuma ideia nova, por mais certa que seja, se implanta instantaneamente  no espírito das massas; e aquela que não encontrasse oposição seria um fenômeno inteiramente insólito.

O jornal espírita fala às pessoas convencidas, não atrai a atenção dos indiferentes.

O Espiritismo, entregue às próprias forças já deu um grande passo. Melhor ficará quando dispuser da poderosa alavanca da grande publicidade.

Os Espíritos anunciaram que os maiores adversários do Espiritismo tornar-se-ao os seus mais ardentes partidários e propagadores.

Estudando as obras espíritas vemos que isso ocorreu através do tempo.

Hoje temos muitos livros, revistas, jornais, programas espíritas, filmes, etc. A Internet também traz material espírita.

 

Maria Madalena Naufal

Video da minha palestra

 

Muitos defendem a pena de morte.

Para que, pergunto eu?

Fuzilamentos, cadeira elétrica, câmara de gás, para que perder tanto tempo com métodos antiquados, quando a humanidade com toda sua “evolução” condena a morte ?

Milhares de pessoas de uma só vez são liquidadas com métodos muito mais modernos e menos polêmicos. Quantas cadeira elétricas seria necessárias para competir com a fome, a miséria e as doenças que dizima milhões de criaturas sem nenhum processo criminal.

Quantas câmaras de gás deveria sr construídas para “abrigar ” todas as vitimas de um trânsito selvagem, dos abortos, dos toxicomaníacos ?

já há mortes em excesso.

Que direito tem os rotos de condenarem os esfarrapados ?

Lutemos pela vida, mesmo que de aparência primitiva, ela é vida.

“Nenhuma ovelha se perderá de meu rebanho” afirmou o Cristo em sua passagem pela terra.

A vida é a grande chance de reencontro com o Sublime Pastor.

Muitos são os enganos, inúmeros são os obstáculos. E sabedores disso, conscientes de que por muitas vezes também nos fragramos em faltas, fundamentemo-nos na teoria da reencarnação, na recuperação das almas pelas sucessivas existências para lutarmos juntos pela pena da vida.

Condenemos todos a vida. Só através dela é que retornaremos a estrada em que ontem semeamos os espinhos, para retira-los com as mesmas mãos que agora sentem a dor de suas pontas venenosas.

Pena de vida, esta é a lei. Não se cura a doenças com a destruição do doente,

Muito há que se fazer, ante os pessimistas… Vida neles já !!!

(Sonia Aparecida Ferranti Tola)

Nosso boletim de junho/2017

baixe gratis, clique aqui.

SAUDAÇÃO

BENVINDOS AO NOSSO BLOG !

A Equipe “CAMINHEIROS DA LUZ”

Edson Luís da Silva,
Sandra Marcia Saraiva
Sônia Aparecida Ferranti Tola
(Maria Madalena Naufal - in memorian)
Sandra Raquel Nicoleti

CONTATO: caminheirosdaluz@gmail.com

Osvaldo Cruz-SP

Estatística

  • 94,916 hits

Calendário

janeiro 2018
S T Q Q S S D
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031