ENERGIA E SUAS INFLUÊNCIAS

 

A escritora Sara Nousiainen informá-nos que com relação à questão das energias, o escritor Francisco de Carvalho (Influências Energéticas Humanas), explica  assim o fenômeno: “ As energias psíquicas, no que se refere à sua atuação em nós ou através de nós, podem ser classificadas  pela sua potência ou pelo seu teor. A potência é determinada pela força mental aliada à força da emoção e da vontade que direcionam  e dinamizam tais energias. O teor é definido pela qualidade, desde as mais inferiores e trevosas, até as mais elevadas e .luminosas.”

Segundo Saara podemos entender que somos uma verdadeira indústria sempre em atividade, gerando energia psíquica positiva, neutra ou negativa e, ao mesmo tempo, somos também consumidores de energias geradas pelos outros. É nessa questão, no modo como administramos nossa geração energética, o seu teor e potência, que estão as causas do nosso bem-estar ou do mal-estar.

A evolução, sabemos, é fato compulsório na vida de todos os seres. Quando alguém, por querer, mantém-se em estado negativo, acaba batalhando contra si mesmo, contra as forças divinas, gerando aflição e sofrimento. Aliás, o grande motivo dos sofrimentos no nosso planeta é a insistência das pessoas e Espíritos em viverem de acordo com parâmetros relativos a graus inferiores à sua própria idade sideral ou ao seu momento evolutivo. Quase ninguém deseja abandonar os seus vícios. São poucos os que se sentem capazes de realizarem uma reforma interior.

Mas as lutas energéticas também acontecem quando enviamos a alguém que esteja carregado de energia negativa, vibrações de amor e paz. As orações também são importantes.

É importante termos em mente que o crescimento interior  não se refere somente à aquisição de virtudes, mas também à descoberta e à utilização mais plenas de nossos potenciais energéticos, mentais, psíquicos e espirituais. Ora, se somos centelhas divinas em crescimento, temos em nossa intimidade espiritual, em estado latente, as mesmas faculdades de Deus, e agora, com a Terra transitando para um grau mais evoluído, precisamos acompanhar essa evolução, se quisermos nela permanecer.

Depende de nós, portanto, habitarmos o mundo de regeneração.

 

Sônia Aparecida Tola

Anúncios