O Dr. Odilon Fernandes foi na Terra um grande seareiro espírita. Continua agora, no Mundo Espiritual, com o mesmo amor e dedicação a sua nobre tarefa. Utilizando-se de médiuns capacitados passa para nós os seus conhecimentos das realidades espirituais, principalmente sobre a mediunidade.

Escreveu ele:

“Com a Codificação Espírita, efetuada por Allan Kardec, a mediunidade passou a ser mais bem compreendida. Antes, os próprios médiuns não tinham esclarecimentos sobre o fenômeno em que se observavam envolvidos. Agiam como meros instrumentos, não raro tornando-se joguetes de Espíritos infelizes.

A partir dos estudos de Kardec, a compreensão da mediunidade tornou-se possível a todos os homens. Os médiuns passaram a atuar com conhecimento de causa. As barreiras existentes entre os mundos visível e invisível transformaram-se em pontes, interligando os dois planos da vida. Os Espíritos contavam agora com a parceria consciente dos sensitivos, superando enormes dificuldades no intercâmbio.

Com esse trabalho conjunto, o Espiritismo pôde expandir-se  e houve, por assim dizer, uma maior integração entre a Terra e o Mundo Espiritual.

Hoje, a mediunidade difundiu-se a tal ponto, que é impossível ao homem de bom-senso duvidar da sobrevivência da alma após a morte.

Ser médium não é privilégio dos espíritas, de vez que esse sentido psíquico é inerente a todos e encontramos a mediunidade na base de tudo. A Bíblia é um repositório  de fatos mediúnicos incontestes. Os gênios da Humanidade foram, antes de tudo, grandes medianeiros.

Todavia, a consciência espírita dota o médium de recursos mais amplos para o trabalho que lhe compete desenvolver para o bem comum. Eis a diferença fundamental entre um médium espírita e outro que não o seja. O médium espírita aprende a sintonizar com os Espíritos esclarecidos, evitando a problemática da obsessão, ao passo que o médium fora do conhecimento espírita atua sem o discernimento necessário, podendo tornar-se num foco de perturbação, conforme exemplos inumeráveis que a história registra.

O médium espírita sabe que deve esforçar-se pela renovação íntima, e a mediunidade lhe é prestimosa auxiliar na senda do progresso espiritual.

O médium espírita sabe, ainda, que a mediunidade se desenvolve a cada dia com o desenvolvimento do Espírito e, por isso mesmo, procura cultivar a humildade e a disciplina no clima da oração e do trabalho, do estudo e da vigilância.

Herdeiro da Fé raciocinada, o médium espírita procura ser fiel à Verdade, trazendo sempre direcionado para a Luz o espelho dos próprios sentimentos, através do qual os  pensamentos divinos se refletirão em benefício de todos, iluminando os que se demoram nas sombras do fanatismo e da violência!

A tendência da mediunidade é a de generalizar-se ainda mais, no entanto, a tarefa de evangelização das almas está apenas começando. Um grande caminho está para ser percorrido”.

O mais importante dever do médium é, sem dúvida, o de estudar. Deve participar das reuniões de estudos do Centro Espírita a que está vinculado, estudar por conta própria e também procurar aumentar os seus conhecimentos permutando idéias com  companheiros mais experientes que ele.

Mediunidade é intercâmbio, e este deve aprimorar-se o mais possível, para não deturpar a mensagem recebida.

Quanto mais consciente for o médium, maior a sua participação na mensagem e assim maior será a sua responsabilidade.

Jesus representa a Mediunidade no que ela tem de mais sublime, pois Ele foi o Médium Consciente de Deus.

A mente mediúnica assemelha-se a um computador que precisa estar devidamente programado para funcionar corretamente.

Mediunidade sem estudo é como uma locomotiva correndo fora dos trilhos, isto é, é um perigo.

O médium sincero, bem intencionado, não se precipita no desequilíbrio e obtém  a ajuda de Espíritos Superiores.

Que os médiuns cumpram o seu dever sem alarde, confiando sempre na ajuda divina!

 

Sônia Aparecida Ferranti Tola

FONTE

 

MEDIUNIDADE E DOUTRINA – Odilon Fernandes, psicografia de Carlos A. Baccelli –

Capítulo I (Mediunidade) e capítulo II (Estudo) – Instituto de Difusão Espírita.

Anúncios