O NATAL E AS FLORADAS DE ESPERANÇA

            Encontramos entre as coisas deixadas pelo antigo dono na fazenda que compramos, um quadro muito interessante. Nós o penduramos na sala. Não tem a assinatura do autor, mas a mensagem foi publicada pela Melitta e merece ser reproduzida:
            “Os magos levaram ao Menino Jesus tesouros de mirra, de incenso, de ouro.
Não lhe levaram café, nem trigo ou qualquer outro cereal.
            Porque estes eram tesouros só daqueles que nasceram como escravos. Não como reis.
            Porque são heranças dos povos que, como Jesus, vieram ao mundo em palhas de manjedouras, com o destino de também um dia subirem às alturas.
            As floradas de café são floradas de esperança na agricultura.
            O tinir das enxadas e a toada dos tratores transformam suor em riqueza.
            E Chegará o dia em que os frutos semeados e colhidos, sob o céu do Brasil, pelo homem brasileiro, se tornarão no pão de que comungarão todos os que têm fome no mundo.
            Então, o ouro dos magos valerá menos do que os frutos da terra.
            E subiremos às alturas. Às alturas das grandes nações, graças à terra que nos coube por herança”.
            Nessa pequena mensagem é homenageado o aniversariante mais puro que a Terra conheceu: Jesus, nossa Pátria, que amamos e a quem caberá um papel no futuro da Humanidade, não só de ordem material, mas, principalmente espiritual,e o agricultor brasileiro que ainda sofre e luta muito para que a terra produza. Podemos também extrair da mensagem uma advertência: numa época de fome, não podemos comer ouro, mas sim alimentos. Precisamos valorizar as terras que temos, pois, segundo alguns profetas, elas serão, no futuro,  mais importantes do que já são.
Sônia Aparecida Ferranti Tola
Anúncios