Somos imortais

Não chore amigo! Seque o pranto! Nada está perdido! A morte não existe. É apenas uma passagem. Confie em Deus. Ele ama as suas criaturas. Um dia você compreenderá e aí se sentirá renascer. Chorará então, mas de emoção e alegria, não de desespero. Olhará o in­finito com os olhos d’alma e verá um universo novo, em que tudo se interliga maravilhosamente. Compreenderá o fu­turo da Terra e se rejubilará. Tempo virá que os homens viverão realmente como irmãos e seguirão as leis naturais, que se resumem no amor, na justiça e na ciência. Procure conhecer a verdade e quando a conhecer saia em campo para defendê-la. Mas cuidado amigo! Essa de­fesa se dá principalmente pelo seu pró­prio exemplo. Veja o Cristo! Ele que foi e é o modelo de todos os homens por ser a criatura mais perfeita que já ha­bitou a Terra, não pregou apenas, mas tornou as suas palavras verdadeiras ao praticá-las.

Em nome deste Cristo, que morreu por nós, eu peço: lembre-se sempre dos seus entes queridos que já partiram para o mundo invisível. Os espíritos são muito sensíveis à saudade dos que os amavam na Terra. Eles atendem ao chamado do pensamento e ficam felizes por serem lembrados. Mas não se esque­ça amigo: a visita ao túmulo é um mo­do de mostrar que se pensa no Espírito ausente, mas é a oração que santifica a lembrança, pouco importa o lugar em que nos encontremos, mesmo que seja em outra cidade, estado, pais, continen­te ou até mesmo outro planeta, pois o pensamento não conhece nem fronteiras e nem barreiras.

Dirija também preces em intenção daqueles que já não vivem na terra e que não foram bons para você. Isso os ajudará no seu progresso espiritual e ajudará você também, pois aquele que se sobrepõe às próprias paixões eleva a si mesmo aos olhos de Deus.

Maria M. Naufal

Anúncios